COMPREENDENDO CONTEÚDOS

1. Explique sucintamente como os solos são formados, destacando a ação do clima.
O processo de formação dos solos está relacionado à ação do intemperismo. Em regiões de clima úmido predomina a decomposição ou intemperismo químico das rochas e os solos costumam ser mais profundos e desenvolvidos, com horizontes bem definidos; em regiões áridas e semiáridas predomina o intemperismo físico ou desagregação das rochas, com presença de solos rasos e pedregosos.
2. Quais são as etapas do desgaste de solos provocado pelo processo erosivo? Como combatê-lo?
As três etapas do desgaste de solos provocado pelo processo erosivo são: intemperismo, transporte e sedimentação. A melhor forma de combater esse desgaste é por meio da diminuição da velocidade de escoamento superficial da água, utilizando-se portanto de técnicas no caso da agropecuária como: terraceamento; curvas de nível; associação de culturas; e plantio de árvores em linha.
i. Terraceamento: prática que consiste em fazer cortes nas superfícies íngremes para formar degraus.
ii. Curvas de nível: consiste em arar o solo e depois semeá-lo seguindo as cotas altimétricas.
iii. Associação de culturas: prática que consiste em plantar espécies, principalmente leguminosas, entre fileiras de culturas que deixam parte do solo exposto, favorecendo também o equilíbrio orgânico do solo.
iv. Plantio de árvores de linha: ajuda a evitar a erosão eólica.
3. Como se formam as voçorocas? Quais são seus impactos no meio ambiente?
As voçorocas formam-se basicamente de duas maneiras: erosão descontrolada sobre sulcos formados pela ação das águas pluviais na superfície e no subsolo e solapamento de camadas inferiores do solo, provocando desmoronamentos e conseqüente aumento do tamanho dos sulcos. Sua formação impede o uso do solo para agricultura, provoca assoreamento, degrada a paisagem e, se atingir uma rua ou estrada, impede a circulação de veículos e pessoas.
4. Porque ocorrem movimentos de massa em encostas? Aponte de que forma a ação humana agrava esse processo e suas conseqüências para a sociedade.
A medida que a camada do solo vai adquirindo mais profundidade ao longo do tempo geológico, as encostas tendem a deslizar quando sua espessura, peso e declividade criam as condições propícias. Esse processo é acelerado pela ação humana quando ocorre o desmatamento e ocupação das encostas, aumentando o peso da massa solta sujeita a escorregamento. Sua ocorrência provoca destruição de casas e bens materiais, além da possível perda de vidas humanas por soterramento.

DESENVOLVENDO HABILIDADES

No texto os alunos deverão considerar que os solos passam por um processo muito lento de formação, portanto sua degradação provoca a perda de um recurso natural fundamental para manutenção das condições ambientais – já que ele serve de suporte para a vegetação, armazena a água que forma as nascentes, garante a manutenção da cadeia alimentar, etc – e para o desenvolvimento das atividades agrícolas. O processo de erosão provoca assoreamento dos rios e represas, compromete a qualidade das águas subterrâneas e de superfície e rompe o equilíbrio ambiental.

About these ads